Estar longe

Não é fácil não estarmos perto dos que amamos. Contudo, a vida por vezes assim nos obriga. É o caso da emigração, a situação em que me encontro neste momento. Foi uma escolha minha, não o nego, mas confesso que o custo emocional de estar longe é maior do que esperava. Em certas alturas, torna-se confuso. Creio que muitas pessoas por aí, nesse mundo, também partilham desta emoção, ou, melhor, mistura de emoções. Sentimo-nos alegres, confiantes por termos tido a coragem de até aqui chegarmos, porém, sentimo-nos por vezes sós, tristes, navegado na Saudade. Saudade, esta palavra única na Língua Portuguesa, tão capaz de definir aquilo que por vezes não conseguimos dizer por palavras… Saudade é principalmente o que sinto, saudade da minha Família, do meu país, da minha língua, que para mim é única, peculiar, especial. Apesar de tudo, é a saudade que nos faz realmente valorizar quem para nós é importante, e o que aprendi com ela é que o amor que sentimos pelos outros consegue ser maior do que qualquer obstáculo que seja colocado diante de nós.

Estar longe pode fazer-nos sofrer, mas também nos faz olhar para as pessoas com a consciência do quão importantes elas para nós são, e do imenso valor que para nós têm!

Elisabete Martins de Oliveira

18/02/2018

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.

One thought on “Estar longe

Os comentários estão fechados.