A Escrita, um modo de vida

Exige uma tamanha dedicação que é preciso ter paixão por ela. Exige um esforço que nos retira todas as energias. E exige tanto tempo que pouco tempo para o resto nos resta. Mas é o melhor modo de vida que consigo conceber. Entrego-me à Escrita de corpo e alma, pois ela é o meio pelo qual crio histórias, vidas, enlaces. Por exigir esta tão profunda entrega, eu gosto ainda mais dela. Todo o tempo que lhe dedico é sempre apreciado, uma vez que nunca me arrependo, nem por um segundo que seja, de quantas horas passei na sua companhia. No fundo, a Escrita é o que me define enquanto pessoa. Lado a lado, seremos companheiras para a vida, e através dela contarei histórias fascinantes até ao resto dos meus dias.

Elisabete Martins de Oliveira

23/02/2018

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.