Catapulta-me

Catapulta-me para um outro mundo, pois já não sei viver neste espaço vagabundo. Catapulta-me para uma outra dimensão, esconde a razão, escuta o meu coração. Tudo é sempre tão difícil de aguentar… então porque não me levas para um outro lugar, para eu me curar…?

Sente o meu mundo, que é tão profundo. Toca na minha alma, que é tão calma. Olha-me nos olhos, verás emoções aos molhos. Mas, mais importante, escuta este inquieto coração, que anseia com sofreguidão amar-te para além deste mundo, deste poço sem fundo.

Elisabete Martins de Oliveira
17.03.2018

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.