Resistência à fraqueza!

Esta tristeza que me assiste,
esta fraqueza que persiste,
são lágrimas pendentes,
são como tempestades irreverentes.

São verdadeiras predadoras,
aguardando a sua frágil presa.
São eternas sonhadoras
que aspiram à realeza.

Assim dominam as mentes,
refugiando-se no recôndito ser,
alastrando-se como nascentes,
vingando o caminho a percorrer.

Mas esta tristeza e esta fraqueza
que contra mim se uniram
encontrarão antes a certeza
de que de mim não se apoderam.

Elisabete Martins de Oliveira
18.05.2018

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.