Caminho pela saudade

Caminho, bem devagar,
por entre as árvores frondosas,
os mais antigos seres
deste sublime lugar.

A chuva que cai
não me aborrece,
apenas me faz sentir
a saudade que não se esvai.

Recordo-me do teu sorriso,
as gotas incessantes
não apagam essa imagem de ti,
aquela de que tanto preciso.

Hoje, caminho pela saudade,
este sentimento tão bonito,
que me recorda tão bem de ti
e me leva até à eternidade.

Elisabete Martins de Oliveira
08.05.2019

 

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.