Os Portugueses (Parte I)

Todos os dias
são mais um dia
de reflexos pendulares
e de emoções suprimidas.

É o trânsito, é o atraso,
é o agoiro do colega,
é o grito do chefe,
que compõem as suas vidas.

A falta de dinheiro
para poder sobreviver,
os filhos que querem comer,
são muitas razões para sofrer.

É a prestação do carro,
é a renda da casa,
é aquela conta inesperada
que trazem tanta ansiedade.

Esta é a vida dos Portugueses,
sempre em correria,
sem espaço ou tempo
para a vida realmente viver.

Elisabete Martins de Oliveira
17.06.2019

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.