Regresso a casa

     De regresso a casa. De regresso à família, aos amigos, ao sol e ao céu azul inequívoco, intenso, envolvente. Regresso ao meu país que eu conheço, mas que ainda me reserva tantos mistérios. Muito tenho que viajar, descobrir, conhecer, desvendar.

     Estar com a família e com os amigos que já há tanto tempo que não vejo tem de ser a coisa mais preciosa quando regresso. O encanto da saudade é reflectido nos abraços, nos beijinhos, no carinho do tom de voz, nas conversas longas que se estendem do crepúsculo até à noite!

     Enquanto estou em Inglaterra, por vezes, tenho flashbacks de lugares que me são muito familiares – uma passagem de carro pelo Seixal, uma praia na Arrábida, uma viagem até ao Norte… e tantos outros. São vários os lugares que me surgem na mente e me fazem, ainda que por brevíssimos segundos, regressar a casa quando estou a milhares de quilómetros de distância. Por vezes, pergunto-me se a minha mente o faz para me proteger ou se é apenas a saudade a manifestar-se em forma de recordações fotográficas rápidas que me trazem conforto.

     Regressar a casa é bom. Muito bom. Creio que é quando emigramos que damos mais valor ao que deixámos para trás. O nosso país de origem surge numa perspectiva diferente, uma vez que partimos para o desconhecido e temos de nos adaptar a uma realidade que não é a nossa. Afinal, não tivemos de fazer uma adaptação destas em casa. O país que deixámos (na maior parte das vezes, em busca de condições financeiras melhores), vem-nos à memória pela língua materna, pela família, pela gastronomia, pelas amizades, pelas memórias de infância. Enfim, começamos a olhar para o que deixámos com mais carinho, com um apreço que nunca antes sentimos.

     Adoro regressar a casa. O meu peito enche-se de alegria e motivação. Há algo de mágico no regresso às origens. E eu sinto-o na sua plenitude.

Elisabete Martins de Oliveira
14.08.2019

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s