Encontro

Encontro o teu olhar perdido

nesta imensidão de escuridão,

e pergunto-me o que terá acontecido

se nele só vislumbro a solidão.


Aproximas-te, com hesitação,

o teu olhar fitando o meu,

nesta penumbra de indagação,

neste lugar, escuro como o breu.


Lanças-te nos meus braços,

e eu envolvo-te com os meus,

o silêncio pautando os teus traços.

Encontras os meus olhos, e eu os teus.


Há algo misterioso em ti

que nunca consegui compreender,

e em que tanto já refleti,

mas que supera o meu entender.


E, por isso, sorrio, para te dizer

que este momento te entrego,

e que tudo o que me faças crer

seja envolto neste aconchego.


Elisabete Martins de Oliveira

19.08.2020

Publicado por

Nascida no dia da Liberdade, trago-a comigo na mente todos os dias. Sou companheira da Natureza, da sua simplicidade e complexidade, e aprecio o seu silêncio e os seus tão magnos sons – especialmente os do Mar. Tenho um encanto pela Música, pela inspiração que me traz para todos os momentos da minha vida. Sou apaixonada por viagens e autocaravanas, e por tudo o que o mundo me pode ensinar. E sou amante da Escrita, aquilo que me define, o mais incrível e deslumbrante modo de vida que consigo conceber.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s