Dica #19 – Divulga o teu trabalho

Tu escreves histórias – sejam elas romances, livros de fantasia, mistério, ficção científica, thriller, aventura – e gostas de as escrever. Mas mostras pouco do teu trabalho – apenas a pessoas da tua confiança, dentro do teu círculo de amigos e família. Convido-te a refletir sobre o que queres fazer com o que produzes. Queres […]

Ler Mais

Dica #18 – Pensa nos teus leitores

Estás a escrever um livro e queres, um dia, publicá-lo. Afinal, queres ver todo o teu trabalho recompensado tendo-o nas tuas mãos, em formato físico e/ou e-book. Conheces a tua história como ninguém – sabes tudo sobre os teus personagens, sobre os locais que descreves, e até conheces possíveis alternativas ao teu enredo. Mas, quando […]

Ler Mais

Dica #17 – Abre a tua história com algo incrível

Tu escreveste uma história incrível: Um enredo poderoso, repleto de personagens irresistíveis e de ação que agarra o leitor até à última página. Reveste o teu manuscrito e achas que está pronto para o lançares ao mundo! Mas… falta uma coisa. Como é que abres o teu primeiro parágrafo, a tua primeira página? Verifica se, […]

Ler Mais

Dica #16 – No início, esquece o “perfeito”

Quem não quer um livro “perfeito”? Quem não quer um manuscrito imaculado, sem erros, com uma história irresistível? Todos nós, escritores, almejamos a perfeição das nossas obras. É natural. Faz parte do nosso sentido de pertença ao mundo da literatura. Faz parte do nosso perfecionismo. No início, porém, o teu manuscrito não vai ser perfeito. […]

Ler Mais

Dica #15 – Nunca descures a revisão

Escrever é muito importante. Rever também. É fácil, para um leitor ou editor, constatar que um texto não foi corretamente revisto. Há incoerências que não escapam ao olho atento de quem lê uma história. Então, para te precaveres de uma crítica imediata ou de uma rejeição, certifica-te de que revês: A tua ortografia; A tua […]

Ler Mais

Dica #14 – Mostra o que escreves

Tu escreves. E escondes o que escreves. Tens medo da crítica, de um olhar de desdém, de um comentário cruel. Pensas sempre nas piores consequências de mostrar aquele texto por ti escrito. É natural. Nós somos seres que buscam avidamente a aprovação dos outros. Queremos agradá-los, mesmo que, por vezes, isso signifique que temos de […]

Ler Mais

Dica #12 – Usa as emoções nas tuas histórias

O que torna os seres humanos únicos? Vários aspetos, eu sei. Um desses corresponde à emoção. A complexidade das nossas emoções é algo incrível e que, quando aplicada a uma história, a poderá elevar a uma qualidade literária notável. Quando constróis personagens para a tua história, certifica-te de que: Têm complexidade emocional suficiente (adquirida através […]

Ler Mais

Dica #10 – Utiliza a música como veículo emocional

A música produz reações emocionais em nós – desperta-nos alegria, tristeza, raiva, auto-comiseração. Muitas vezes, até selecionamos playlists mais tristes ou alegres para evocar emoções. Muitas vezes, tu, enquanto escritor/a, não te encontras no estado de espírito correspondente ao da cena que estás a escrever. E, aqui, tens duas opções: ou escreves uma cena diferente […]

Ler Mais

Dica #8 – Escreve sobre aquilo que gostas

Escrever é uma jornada. Há descidas divertidas, momentos de êxtase, e também subidas íngremes. E esta jornada torna-se muito mais agradável quando nos sentimos emocionalmente ligado/as ao tema sobre o qual estamos a escrever. Se escreveres sobre o que gostas, vais sentir-te: Mais motivado/a; Mais investido/a; Menos tentado/a a procrastinar; Mais feliz no processo de […]

Ler Mais

Dica #6 – Cria personagens cativantes

Criar personagens é um processo divertido. Imaginamo-las, aos seus atributos físicos, à sua personalidade, à forma como falam, aos seus nomes e até vestes. Imaginamo-las em situações – ou melhor, nas situações em que as iremos colocar! O processo de criação de personagens é simples. Pensa num ser humano e identifica: Que qualidades tem? E […]

Ler Mais

Dica #5 – Cria rotinas para a tua escrita

A mente humana é feita de hábitos. Os padrões no nosso dia-a-dia são importantes, pois oferecem-nos segurança. De certa forma, encontramos algum conforto na rotina. Na escrita, é importante implementar rotinas em que tenhamos espaço e tempo para refletir. Escrever é um processo imersivo e que exige muita concentração e dedicação. Desta forma, sugiro 4 […]

Ler Mais

Dica #4 – Pensa primeiro na tua história

A tua história é como um bebé para ti. Todos os escritores sonham em tornar física esta sensação de realização – o materializar de uma peça da imaginação em livro. Pensamos em múltiplos aspetos do próprio livro – como será a capa? Qual o tipo de letra do título? De que cor serão as páginas? […]

Ler Mais