Essa coisa dos favoritos

Diz-se, muitas vezes, que não se deve ter preferidos: uma mãe não deve ter filhos preferidos; uma professora não deve ter alunos favoritos; uma médica não deve preferir certos pacientes a outros. Mas será que é sempre assim? Será que não estamos apenas a forçar uma ilusão de igualdade para que essa seja socialmente aceite? […]

Ler Mais

zona de (des)conforto

Ouve-se falar muito da importância de sair da zona de conforto. Hoje em dia, é quase um mantra, se é que já não o é. Trata-se, na minha perspetiva, do desabrochar das potencialidades de cada um, da descoberta de até onde cada um de nós consegue ir. Sair da zona de conforto é um processo, […]

Ler Mais

Fazer amigos na idade adulta

Quando andávamos na escola, ou mesmo na Universidade, era fácil, para nós, fazer amigos: partilhávamos o mesmo espaço, as mesmas atividades e até as mesmas turmas. Não digo que o processo fosse sempre simples, pois os amigos verdadeiros contam-se pelos dedos de uma mão. Contudo, era um processo natural, incitado pela presença num mesmo espaço […]

Ler Mais

E os padeiros que iam distribuir pão às casas?

Há muitos anos atrás, quando eu tinha, talvez, cinco, seis ou sete anos, uma carrinha costumava parar ao portão da minha casa, na margem sul do Tejo. A minha mãe ia comprar o pão, e eu ia com ela. Dizia-me sempre que podia escolher um bolo. Então, o padeiro convidava-me a entrar na carrinha, como […]

Ler Mais

Anúncios do Youtube

Numa época cada vez mais digital, a publicidade assistiu quase a uma mudança de paradigma. Com cada vez mais pessoas a consumirem conteúdo online, o passo natural seria os clientes serem expostos às novidades também online. Na televisão, assiste-se aos anúncios, entre os programas. No Youtube, também. Eu tenho o hábito de escrever ao som […]

Ler Mais

Estamos numa discoteca? Acho que me enganei no sítio.

Estou a viver no Reino Unido há quase três anos e gosto de andar a passear pelas lojas, conhecer os seus produtos e deixar-me fascinar por um artigo. Gosto, no geral, da influência que o marketing tem em mim – quando é positivo, claro. Ora, entre Outubro e Dezembro do ano passado, quando em várias […]

Ler Mais

O trabalho enquanto identidade

Esta expressão, é certo, não é uma novidade. Desde há vários séculos que as pessoas são definidas pelo que fazem: o carpinteiro, o professor, a costureira, a professora, a médica, o pescador, o escultor, o construtor, a oleira. As circunstâncias são semelhantes nos dias que correm. Quando te perguntam quem és, a tua resposta muito […]

Ler Mais

Nós, os perdidos

Está a acontecer a olhos vistos. Na minha geração, são dezenas, senão centenas. Afinal, o que se está a passar? É com espanto que olho para as pessoas da minha idade, na casa dos vinte, que não sabem o que fazer da sua vida. Sentem-se perdidos, nenhuma área lhes apraz, apesar de terem uma licenciatura, […]

Ler Mais

Para que estudamos tanto?

Um dia, é uma criança com um sonho. O sonho de ser veterinário, futebolista, cantor ou bombeiro. Num outro, é um pré-adolescente no 9º ano que tem de tomar a tão grande decisão de escolher o curso do Secundário: deve optar por um curso científico-humanístico, como Ciências e Tecnologias ou Economia, ou por um curso […]

Ler Mais

O que podemos aprender com esta pandemia?

Vivemos num período de grande incerteza. Um período cujo fim desconhecemos. Que nos causa medo, um medo semelhante ao que se sente na guerra, quando não sabemos quando o terror vai acabar – quantas pessoas vão morrer, e se ou quantas dessas são nossas queridas. O medo sente-se – nas casas, nas ruas, nos hospitais. […]

Ler Mais