A aventura de duas vidas

O medo pode levar-nos ao abismo em três tempos: primeiro, aciona-nos os instintos; depois, põe-nos o coração a bater sem controlo; no fim, trava-nos a razão. Eu sabia que, mais tarde ou mais cedo, teria de o fazer. No entanto, a coragem falhava-me no momento em que dava o primeiro passo. Era como se estivesse […]

Ler Mais

Dica #36 – Pensar sobre escrever não chega. Escreve!

Tu, enquanto escritor/a, tens uma imaginação ilimitada. As ideias fluem livremente, e a mente consegue formular fios de enredos bastante complexos. Consegues encontrar motivos para histórias nas coisas mais simples: numa ida à praia; num almoço num restaurante; numa multidão concentrada num único lugar. Pensas em histórias, em ideias para livros. Mas pensar não chega, […]

Ler Mais

A Missão de Catarina

Catarina não devia ter fugido. Ou, pelo menos, era nisso que pensava enquanto olhava pela janela de um autocarro aos solavancos. Podia ter continuado na mesma vila, na mesma casa onde cresceu, a ver a vida passar e a fugir-lhe das mãos. Mas não fez. Em vez disso, decidiu partir rumo ao desconhecido. Sempre quis […]

Ler Mais

Dica #35 – Segue o teu sonho de ser escritor/a

Mais ninguém vive na tua mente. Só tu sabes como o teu sonho te impulsiona, te move e te faz querer mudar o mundo! Só tu conheces a tristeza e a frustração de não o estares a seguir; de te focares noutras coisas que não importam e que nada adicionam à tua vida. Tu sabes […]

Ler Mais

Profissão: escritora

Quando eu era pequena, queria ser veterinária e, um pouco mais tarde, violinista — duas profissões começadas por “v”, imagine-se! Só não sabia, na altura, que a profissão que eu iria escolher tinha a mesma inicial que o meu nome: escritora. Na escola, gostava de escrever. Tive a sorte de ter uma professora incrível, que […]

Ler Mais

Sinto-me cansada

O cansaço é daquelas coisas que chega sem aviso. Que se forma como uma bola de neve que é fustigada pelo vento, e se junta a mais neve, tornando-se cada vez maior. Maior e mais poderosa. Por vezes, sinto-me mais cansada, mas ignoro-o. Penso que uma noite de sono resolve tudo, que mais uma horinha […]

Ler Mais

Dica #25 – Sê quem és quando escreves

A escrita não se refere ao simples ato de escrever. É uma questão de identidade. É, por vezes, o único contexto de vida onde nos sentimos verdadeiramente livres para sermos quem somos. A escrita é um exercício íntimo, pessoal. E, neste sentido, deves permitir-te: Ser autêntico/a – quem realmente és; Sentir todas as tuas emoções, […]

Ler Mais

Essa coisa dos favoritos

Diz-se, muitas vezes, que não se deve ter preferidos: uma mãe não deve ter filhos preferidos; uma professora não deve ter alunos favoritos; uma médica não deve preferir certos pacientes a outros. Mas será que é sempre assim? Será que não estamos apenas a forçar uma ilusão de igualdade para que essa seja socialmente aceite? […]

Ler Mais

Acabei de escrever o meu segundo livro!

Terminar alguma coisa – o que quer que seja – pode trazer emoções distintas. Podemos ficar felizes, exultantes, até, ao terminarmos um curso; por outro lado, podemos olhar com tristeza para este mesmo evento, porque significa o desfecho de boas experiências que ficarão armazenadas na memória. Mas terminar um livro é, para mim, é como […]

Ler Mais

Encontro

Encontro o teu olhar perdido nesta imensidão de escuridão, e pergunto-me o que terá acontecido se nele só vislumbro a solidão. Aproximas-te, com hesitação, o teu olhar fitando o meu, nesta penumbra de indagação, neste lugar, escuro como o breu. Lanças-te nos meus braços, e eu envolvo-te com os meus, o silêncio pautando os teus […]

Ler Mais

Dica #14 – Mostra o que escreves

Tu escreves. E escondes o que escreves. Tens medo da crítica, de um olhar de desdém, de um comentário cruel. Pensas sempre nas piores consequências de mostrar aquele texto por ti escrito. É natural. Nós somos seres que buscam avidamente a aprovação dos outros. Queremos agradá-los, mesmo que, por vezes, isso signifique que temos de […]

Ler Mais

Dica #12 – Usa as emoções nas tuas histórias

O que torna os seres humanos únicos? Vários aspetos, eu sei. Um desses corresponde à emoção. A complexidade das nossas emoções é algo incrível e que, quando aplicada a uma história, a poderá elevar a uma qualidade literária notável. Quando constróis personagens para a tua história, certifica-te de que: Têm complexidade emocional suficiente (adquirida através […]

Ler Mais

Anúncios do Youtube

Numa época cada vez mais digital, a publicidade assistiu quase a uma mudança de paradigma. Com cada vez mais pessoas a consumirem conteúdo online, o passo natural seria os clientes serem expostos às novidades também online. Na televisão, assiste-se aos anúncios, entre os programas. No Youtube, também. Eu tenho o hábito de escrever ao som […]

Ler Mais