Sobre a imaginação

Como é parte da minha profissão, eu passo muito tempo no mundo imaginário. É um requisito. O meu trabalho requer um desenho quase real de um mundo, de personagens que têm de se assemelhar, tanto quanto possível, a pessoas autênticas, e a situações intensas que eu tenho de saber interpretar e descrever segundo a personalidade […]

Ler Mais

Dica #25 – Sê quem és quando escreves

A escrita não se refere ao simples ato de escrever. É uma questão de identidade. É, por vezes, o único contexto de vida onde nos sentimos verdadeiramente livres para sermos quem somos. A escrita é um exercício íntimo, pessoal. E, neste sentido, deves permitir-te: Ser autêntico/a – quem realmente és; Sentir todas as tuas emoções, […]

Ler Mais

Dica #24 – Esquece os rascunhos perfeitos

Muitos de nós, escritores, querem um livro perfeito, uma história a quem os críticos e os leitores não possam apontar falhas. Por outras palavras, somos perfecionistas. E isto é natural. Queremos dar o nosso melhor em tudo o que fazemos. Mas querer um manuscrito perfeito à primeira tentativa não é, simplesmente, possível. Por mais prática […]

Ler Mais

Dica #23 – Adiciona conflito à tua história

As tuas personagens não são perfeitas. Tal como nós, pessoas, os nossos protagonistas, antagonistas e personagens secundários têm defeitos. Esta é uma componente importante na criação de personagens credíveis e com a qual os leitores empatizem. E, como todas as pessoas, elas têm conflitos durante o seu percurso de vida. É isso que impulsiona a […]

Ler Mais

Dica #22 – Traz sempre um caderno contigo

Uma ideia pode surgir – literalmente – a qualquer instante. Para qualquer escritor/a, ter um caderno sempre consigo é imprescindível. No telemóvel, as ideias podem misturar-se com listas de compras e coisas aleatórias. Há muita informação que circula à nossa volta – informação essa que podemos converter em material para as nossas histórias! Como eternos […]

Ler Mais

Reviravolta

Novamente este rosto. Acho que estou a ser seguida(o)… Olho para trás uma última vez. Não, não vou mostrar que estou assustada. Se o fizer, ele pode tentar atacar-me. Mas o medo fala mais alto: sinto as minhas mãos suadas, segurando com firmeza as alças da minha mochila. O meu coração galopa dentro do meu […]

Ler Mais

A casa da memória

Durante o mês de outubro, a Vera Barbosa, escritora, e eu, lançaremos um desafio que consiste em escrever um conto entre 500 a 1000 palavras a partir de um início sugerido. Este é o conto do primeiro desafio. Visita a minha página do Instagram para saberes mais!

Ler Mais

Dica #20 – Chama-te de escritor/a

As ideias e as histórias passeiam pela tua mente. Com regularidade, sentas-te à secretária e começas a povoar páginas em branco com palavras tuas, da tua autoria. Crias mundos, enredos e personagens a partir da tua imaginação, com uma nitidez tão brilhante que parecem reais! E, no entanto, recusas a chamar-te de escritor/a. Dizes, e […]

Ler Mais

Será que és escritor/a?

Se não consegues viver sem escrever, sem produzir histórias de ficção na tua mente e no papel, então compreenderás que escrever não é uma escolha, mas algo que a tua mente te impele a fazer. Quando digo às pessoas que escrever, para mim, não é uma opção, mas algo que tenho intrinsecamente de fazer, recebo […]

Ler Mais

Dica #19 – Divulga o teu trabalho

Tu escreves histórias – sejam elas romances, livros de fantasia, mistério, ficção científica, thriller, aventura – e gostas de as escrever. Mas mostras pouco do teu trabalho – apenas a pessoas da tua confiança, dentro do teu círculo de amigos e família. Convido-te a refletir sobre o que queres fazer com o que produzes. Queres […]

Ler Mais