Sobre a imaginação

Como é parte da minha profissão, eu passo muito tempo no mundo imaginário. É um requisito. O meu trabalho requer um desenho quase real de um mundo, de personagens que têm de se assemelhar, tanto quanto possível, a pessoas autênticas, e a situações intensas que eu tenho de saber interpretar e descrever segundo a personalidade […]

Ler Mais

Dica #25 – Sê quem és quando escreves

A escrita não se refere ao simples ato de escrever. É uma questão de identidade. É, por vezes, o único contexto de vida onde nos sentimos verdadeiramente livres para sermos quem somos. A escrita é um exercício íntimo, pessoal. E, neste sentido, deves permitir-te: Ser autêntico/a – quem realmente és; Sentir todas as tuas emoções, […]

Ler Mais

Dica #23 – Adiciona conflito à tua história

As tuas personagens não são perfeitas. Tal como nós, pessoas, os nossos protagonistas, antagonistas e personagens secundários têm defeitos. Esta é uma componente importante na criação de personagens credíveis e com a qual os leitores empatizem. E, como todas as pessoas, elas têm conflitos durante o seu percurso de vida. É isso que impulsiona a […]

Ler Mais

Dica #22 – Traz sempre um caderno contigo

Uma ideia pode surgir – literalmente – a qualquer instante. Para qualquer escritor/a, ter um caderno sempre consigo é imprescindível. No telemóvel, as ideias podem misturar-se com listas de compras e coisas aleatórias. Há muita informação que circula à nossa volta – informação essa que podemos converter em material para as nossas histórias! Como eternos […]

Ler Mais

Será que és escritor/a?

Se não consegues viver sem escrever, sem produzir histórias de ficção na tua mente e no papel, então compreenderás que escrever não é uma escolha, mas algo que a tua mente te impele a fazer. Quando digo às pessoas que escrever, para mim, não é uma opção, mas algo que tenho intrinsecamente de fazer, recebo […]

Ler Mais

Dica #19 – Divulga o teu trabalho

Tu escreves histórias – sejam elas romances, livros de fantasia, mistério, ficção científica, thriller, aventura – e gostas de as escrever. Mas mostras pouco do teu trabalho – apenas a pessoas da tua confiança, dentro do teu círculo de amigos e família. Convido-te a refletir sobre o que queres fazer com o que produzes. Queres […]

Ler Mais

Dica #18 – Pensa nos teus leitores

Estás a escrever um livro e queres, um dia, publicá-lo. Afinal, queres ver todo o teu trabalho recompensado tendo-o nas tuas mãos, em formato físico e/ou e-book. Conheces a tua história como ninguém – sabes tudo sobre os teus personagens, sobre os locais que descreves, e até conheces possíveis alternativas ao teu enredo. Mas, quando […]

Ler Mais

Dica #16 – No início, esquece o “perfeito”

Quem não quer um livro “perfeito”? Quem não quer um manuscrito imaculado, sem erros, com uma história irresistível? Todos nós, escritores, almejamos a perfeição das nossas obras. É natural. Faz parte do nosso sentido de pertença ao mundo da literatura. Faz parte do nosso perfecionismo. No início, porém, o teu manuscrito não vai ser perfeito. […]

Ler Mais

Dica #14 – Mostra o que escreves

Tu escreves. E escondes o que escreves. Tens medo da crítica, de um olhar de desdém, de um comentário cruel. Pensas sempre nas piores consequências de mostrar aquele texto por ti escrito. É natural. Nós somos seres que buscam avidamente a aprovação dos outros. Queremos agradá-los, mesmo que, por vezes, isso signifique que temos de […]

Ler Mais

Dica #10 – Utiliza a música como veículo emocional

A música produz reações emocionais em nós – desperta-nos alegria, tristeza, raiva, auto-comiseração. Muitas vezes, até selecionamos playlists mais tristes ou alegres para evocar emoções. Muitas vezes, tu, enquanto escritor/a, não te encontras no estado de espírito correspondente ao da cena que estás a escrever. E, aqui, tens duas opções: ou escreves uma cena diferente […]

Ler Mais