Sentir

Escrever é sempre escrever, é saciar a alma com palavras e deixar a imaginação fluir.   É uma arte que se cultiva, como uma bela flor, que nasce connosco.   É a falta de ar que vem com cada palavra, cada frase, cada capítulo.   É a impossibilidade de não dedilhar e escrever que determina […]

Ler Mais

As saudades da praia

A praia invoca a saudade que em mim mora. Estico os dedos e quase lhe toco, na água fria que ondula ao seu ritmo. Inspiro o ar do mar salgado, os meus pulmões abrem-se para a sua chegada. Voo para um lugar que tanto me é familiar. A mente é traiçoeira. Leva-me até aos recantos […]

Ler Mais