Essa coisa dos favoritos

Diz-se, muitas vezes, que não se deve ter preferidos: uma mãe não deve ter filhos preferidos; uma professora não deve ter alunos favoritos; uma médica não deve preferir certos pacientes a outros. Mas será que é sempre assim? Será que não estamos apenas a forçar uma ilusão de igualdade para que essa seja socialmente aceite? […]

Ler Mais

Família, Mentoria e Trabalho

Três temas de grande importância, que vou misturar num assunto que já, por várias vezes, atravessou a minha mente. Aliás, que me tem vindo a acompanhar desde há uns anos. Penso na família como o berço da vida e da proteção. Se temos uma família que cuide de nós, nos dê carinho e afeto, e […]

Ler Mais

O trabalho enquanto identidade

Esta expressão, é certo, não é uma novidade. Desde há vários séculos que as pessoas são definidas pelo que fazem: o carpinteiro, o professor, a costureira, a professora, a médica, o pescador, o escultor, o construtor, a oleira. As circunstâncias são semelhantes nos dias que correm. Quando te perguntam quem és, a tua resposta muito […]

Ler Mais

Nós, os perdidos

Está a acontecer a olhos vistos. Na minha geração, são dezenas, senão centenas. Afinal, o que se está a passar? É com espanto que olho para as pessoas da minha idade, na casa dos vinte, que não sabem o que fazer da sua vida. Sentem-se perdidos, nenhuma área lhes apraz, apesar de terem uma licenciatura, […]

Ler Mais

Para que estudamos tanto?

Um dia, é uma criança com um sonho. O sonho de ser veterinário, futebolista, cantor ou bombeiro. Num outro, é um pré-adolescente no 9º ano que tem de tomar a tão grande decisão de escolher o curso do Secundário: deve optar por um curso científico-humanístico, como Ciências e Tecnologias ou Economia, ou por um curso […]

Ler Mais